Concurso de redações conscientiza jovens sobre gravidez na adolescência com a parceria da ABMCJ/PR

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Em evento promovido pela Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica do Paraná e a Rede Mãe Curitibana Vale a Vida, da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, entregou nesta quarta-feira (29/5) certificados de reconhecimento para nove adolescentes que tiveram redações selecionadas entre 540 inscritas no concurso com o tema “Pais adolescentes: Porque sim, porque não?”. Participaram estudantes dos colégios estaduais Beatriz Faria Ansay, no Tatuquara, e Professora Iara Bergmann, no Sítio Cercado, e da Escola Municipal do Caic Cândido Portinari, na CIC.

Além da ABMCJ e Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba (SMS), constam ainda como parceiros a Secretaria Municipal da Educação de Curitiba (SME) e a Secretaria de Estado da Educação do Paraná. A cerimônia de entrega aconteceu no auditório da Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB).

Por meio da Lei 13.798, de janeiro deste ano, foi incluído no Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) o artigo 8º – A determinando maior preocupação com a disseminação de informações sobre medidas preventivas e educativas que contribuam para a redução da incidência da gravidez na adolescência. Ademais, a ação entra em consonância com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU n. 5.3.

REDAÇÕES:

CAIC CP Gravidez na Adolescência CAIC CP Gravidez Precoce CAIC CP Isso nunca vai acontecer comigo CE Beatriz F Ansay Total CE Iara Bergmann Total

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a taxa mundial de gravidez adolescente é estimada em 46 nascimentos para cada mil meninas com idade entre 15 e 19 anos, enquanto a taxa na América Latina e no Caribe é de 65,5 nascimentos, superada apenas pela África Subsaariana. No Brasil, a taxa é de 68,4 nascimentos para cada mil adolescentes (OMS/2018).

A reflexão sobre o tema permite que se diminuam os alarmantes índices supracitados: “honra para a Associação participar dessa parceria e sermos a primeira comissão estadual no cumprimento da ODS 5.3 da ONU” comenta a presidente ABMCJ- PR Leocimary Toledo Staut.

Parabéns a dra. Leocimary e a ABMCJ – Comissão Estadual do Paraná pela iniciativa!

Compartilhar:

Comentários encerrados!

PortugueseEnglishSpanishItalianFrench